Hoje o jornal Valor Econômico afirma que o governo desistiu de abrir o capital da CAIXA e que vai fazê-lo através da venda de parte dos 48,20% que a CAIXA detém da Caixa Seguradora. Se essa informação é verdadeira, fazemos as seguintes ponderações: A desistência da abertura de capital da CAIXA demonstra que a mobilização feita pela FENAG e demais entidades foram fundamentais para que o Governo voltasse atrás em sua iniciativa. Podemos considerar como uma vitória! Por outro lado entendemos que devemos estar atentos e não baixar as bandeiras, mantendo a mobilização em defesa da CAIXA 100% publica.

No artigo, segundo o Valor, o próprio Governo afirma que a abertura de capital é “prejudicial aos investimentos sociais da Instituição”, exatamente o que a FENAG defendeu desde o princípio (o país não pode abrir mão de uma instituição com as características da CAIXA). Precisamos estar atentos ainda para a proposta de venda da parte da CAIXA Seguros pertencentes a Instituição, pois isso pode em muito afetar a rotina diária das agências, com a imposição de vendas de produtos de seguro, ainda mais do que ocorre hoje. Vamos ficar alertas! fonte aqui!